Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Câmara realiza primeira sessão do mês

Publicado em 02/06/2020 às 14:31 - Atualizado em 02/06/2020 às 14:31

A Câmara de Vereadores de Maravilha realizou a primeira sessão ordinária do mês de junho. Em turno único, foi aprovado o Ofício nº 62/2020, que encaminha para homologação Termo de Concessão de Uso celebrado entre o município de Maravilha e a empresa Oficina Mecânica Brutscher Ltda.

Entrada

Várias matérias deram entrada na Casa. O Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 06/2020, dispõe sobre o Estatuto do Desenvolvimento Socioeconômico do Município de Maravilha/SC.

O Projeto de Lei Legislativo (PLL) nº 03/2020, dispõe sobre o subsídio dos vereadores do município para a Legislatura que se inicia em janeiro de 2021.

A Indicação nº 40/20, de autoria do vereador Natalino Prante, sugere que o Executivo, estude a viabilidade de um engenheiro elaborar projetos para as estradas rurais, sempre que estas precisarem passar por manutenção. Assim, pode ser feita a verificação da qualidade do material, forma de colocação da brita ou cascalho, respeitando uma dimensão padronizada, que dê espaço para a abertura das sarjetas e instalação da tubulação adequada ao volume de água, que dá suporte ao seu escoamento.

A Indicação nº 41/20, de autoria do vereador Gilmar Castanha, pede que o Executivo providencie a instalação de uma rótula na Avenida Araucária, esquina com a Rua José de Anchieta, nas proximidades da Delegacia de Polícia de Maravilha.

A Indicação nº 42/20, também de autoria do vereador, sugere que o Executivo providencie a construção de uma lombada física na Rua José de Anchieta, nas proximidades das residências de Ênio Castanha e Valdecir Galera.

As matérias foram encaminhadas às comissões competentes.

Também deu entrada a Moção nº 4/20, de autoria do vereador Cleber Pertussatti. O documento, que manifesta apoio aos aprovados remanescentes do último concurso da Polícia Militar para o cargo de soldado, é destinado ao governador do Estado e também à Assembleia Legislativa. A moção será apreciada na próxima semana.