Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

Inúmeras indicações são aprovadas pela Câmara

Publicado em 11/06/2019 às 16:31 - Atualizado em 11/06/2019 às 16:31


Créditos: Cleusa Regner/Ascom Baixar Imagem

A Câmara de Vereadores de Maravilha promoveu a segunda sessão ordinária do mês de junho, nesta segunda-feira (10), no plenário Frei Sivestre Gialdi. Na ordem do dia, estava tramitando em primeiro turno o Projeto de Lei nº 13/2019, que autoriza a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 100 mil para a Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo. Na Comissão de Finanças, o vereador Cleber Pertussatti (MDB) foi relator e deu parecer favorável. Contudo, os vereadores Láurio Stieler (PP) e Natalino Prante (PP) foram contrários ao relator. Na sessão, o vereador Ivo Badia (MDB) pediu vistas do projeto até a próxima sessão.

Votação única

Em votação única, foi aprovado o Projeto de Resolução nº 3/2019, de autoria do presidente, Jandir Primon (PP), que aprova a concessão de homenagem aos agricultores, por meio dos representantes do Conselho Municipal de Agricultura.

Além disso, várias indicações foram aprovadas.

A Indicação nº 24/2019, de autoria do vereador Cleber, sugere que o Executivo promova a reforma e manutenção do Parque Infantil Sítio do Pica Pau Amarelo.

A Indicação nº 25/2019, de autoria do vereador Jandir Primon (PP), sugere que o Executivo adquira o documentário elaborado com os pioneiros de Maravilha, produzido pelo empresário João Verci Perini.

A Indicação nº 26/2019, de autoria do vereador Itamar Adler (PSD), solicita que o Executivo providencie a instalação de uma proteção de ponte na Rua Foz do Iguaçu.

A Indicação nº 27/2019, do vereador Cleber, sugere que o Executivo providencie a instalação de uma faixa de pedestres elevada na Rua Balduíno Gehn, em frente ao Centro Educacional Cantinho Feliz, no Bairro União.

A Indicação nº 28/2019, do vereador Jandir, pede que o Executivo providencie melhorias na Rua São José, Bairro União, como providenciar, por meio da Casan, a ligação da rede de água na lateral da via; reparar o asfalto que se encontra danificado em função das infiltrações; colocar brita na parada de ônibus, nas proximidades da residência de nº 443; realizar vistoria, por parte da vigilância sanitária, na residência de nº 840, onde a fossa apresenta problemas.

A Indicação nº 029/2019, de autoria do vereador Itamar, solicita que Executivo realize a pavimentação asfáltica da Rua Independência, na quadra situada entre a Avenida Anita Garibaldi até o Rio Iracema, nas proximidades do Cemitério Jardim da Paz.

A Indicação nº 30/2019, da bancada da situação, sugere que o Executivo crie um programa de castrações de cães e gatos, visando controlar os animais de rua, prevenção e controle das zoonoses.

A Indicação nº 31/2019, de autoria do vereador Cleber pede que o Executivo instale um parque infantil no CEI de Linha Consoladora, interior do município.

Entrada

Quatro matérias deram entrada na Casa nesta segunda-feira.

O Projeto de Lei n° 20/2019, autoriza a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 540 mil para a Secretaria de Transportes, Obras e Urbanismo.

O Projeto de Lei n° 21/2019, dispõe sobre a política de controle de natalidade de cães e gatos.

O Projeto de Lei n° 22/2019, autoriza o Executivo a doar para inúmeras entidades os produtos resultantes da coleta seletiva.

A Indicação nº 39/2019, de autoria do vereador Ivo, pede que o Executivo providencie o perfilamento asfáltico da Rua Avelino Giehl, no Bairro Frei Damião, e, num segundo momento, providencie a pavimentação asfáltica da rua.

As matérias foram encaminhadas às comissões competentes para análise.

Também deu entrada a Moção nº 6/2019, de autoria do vereador Itamar. O documento, que será encaminhado para o governador, Carlos Moisés da Silva, e para a vice-governadora, Daniela Reinehr, solicita a permanência da aeronave ARCANJO-4 na Corporação dos Bombeiros de Chapecó. Conforme o regimento, a matéria será apreciada na próxima sessão.

Moção

Na ocasião, foi aprovada a Moção nº 05/2019, de autoria do presidente da Casa. O documento, que será encaminhado para a Casan, para a Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc), para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júlio Garcia, e demais deputados estaduais, demonstra contrariedade ao novo modelo de estrutura tarifária proposto pela Casan.

A próxima sessão está marcada para segunda-feira (17), a partir das 19h.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar